Buscar
  • conexão segurança e Saude ltda

Precisamos falar sobre saúde mental

Em 2014 o psicólogo mineiro Leonardo Abrahão idealizou o janeiro BRANCO com a proposta de motivar reflexões a respeito da necessidade de conversar sobre saúde mental.

Com o início da pandemia, em 2020 o tema oficial da campanha Janeiro Branco foi “Precisamos falar sobre saúde mental”.

Precisamos falar do quanto a Saúde Mental afeta a vida das pessoas.

Quando a cabeça dói, a coluna reclama, o peito “aperta”, coração dispara, tem “bolo”na garganta, procura-se um médico (o que está correto). Então, os exames estão ótimos e há uma orientação para buscar um psiquiatra/ e um psicólogo.

A doença física é palpável, a doença mental é abstrata.

As vezes uma pessoa leva meses ou anos para buscar um psiquiatra ou um psicólogo.

É nesse momento que a vida vai ficando comprometida com uma péssima qualidade de vida, baixa estima, oscilação de humor, depressão, ansiedade, pânico e tantos outros transtornos.

Então, quando a Saúde Mental está preservada e alinhada com o indivíduo essa pessoa vai ter ânimo, energia, disposição para realizar seus desejos, sonhos e alegria para enxergar a beleza da vida.

Além de afetar a nossa vida a Saúde Mental também afeta o relacionamento entre as pessoas. Quando a Saúde Mental está desequilibrada acaba por provocar comportamentos reativos e imediatistas. O que faz com que a pessoa projete nas outras suas frustações, ressentimentos, mágoas tristezas comprometendo assim suas relações em todas as esferas.

Mas quando a pessoa tem a sua Saúde Mental preservada, vai ter o reconhecimento dessas atitudes e comportamentos disfuncionais. Vai entendendo que ela precisa olhar para si com compaixão, aceitação e sabedoria. E na relação terapêutica vai poder desconstruir, construir e ressignificar a vida. Vai abrir espaço para o diálogo, para uma escuta sem julgamento, vai treinar habilidades sociais, principalmente a assertividade, ficando mais leve para viver a vida com qualidade.

Ao cuidar de si mesmo, você encontra maneiras de ser mais forte e alcançar os seus sonhos de maneira saudável, sem se negligenciar ou se maltratar.

A Saúde Mental também afeta muito a vida dos estudantes principalmente no momento de fazer escolhas profissionais.

A pressão dos estudos, auto cobrança, cobranças externas, medo de não conseguir, incertezas, angustias, e tantos outros fatores vão prejudicar não só a Saúde Mental, pois também compromete a eficácia do aprendizado.

Algumas dicas podem ajudar os estudantes a melhorar esse cenário tão angustiante, como: faça um planejamento de estudo, se organize, faça um cronograma de estudo, procure não se isolar, converse com amigos, esteja próximo de sua família, priorize seu sono e alimentação e lembre-se que seu bem-estar é parte fundamental para que seja possível colher os frutos da sua dedicação.

E se nada disso funcionar busque ajuda profissional e aprenda desde cedo que não há mal nenhum em reconhecer que não está conseguindo dar conta dos seus sentimentos.

Um profissional qualificado vai te ajudar a entender seus medos, suas emoções, o por que você se comporta de tal maneira e não de outra e tantos outras descobertas sobre você.

No universo corporativo, questões emocionais afetam diretamente a produtividade dos trabalhadores e são causas recorrentes de afastamentos podendo levar ao requerimento de auxílio-doença ou à aposentadoria por invalidez, nos casos mais extremos.

Ou ainda, a falta de cuidado com a Saúde Mental pode gerar graves acidentes ao trabalhador e prejuízo a empresa.

As empresas podem praticar várias ações na tentativa de melhorar a Saúde Mental do trabalhador, com palestras, cartazes, vídeos, rodas de conversa com o tema de Saúde Mental. Porém, o próprio colaborador deve estar atento de como vem se sentindo emocionalmente e pedir ajuda, sempre.

Vários recursos podem serem utilizados para melhorar sua Saúde Mental, tais como: cuide do seu corpo, mantenha boas relações com as pessoas ao seu redor, pratique meditação, fortaleça a espiritualidade, dedique um tempo para você, não se cobre tanto, elimine as fontes de estresse e tantos outros.

Se ainda assim o desconforto emocional, a tristeza, o medo persistirem procure por ajuda. Você vai se sentir melhor.

A terapia é uma excelente ferramenta na construção da saúde mental do ser humano.

Compartilhe saúde, compartilhe vida.


Texto: Psicóloga, Valéria Gonç

alves.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Em 27 de julho é comemorado o Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. A data comemorada desde 1972 foi instituída em um cenário de altíssimos números de casos de acidentes de trabalho, ond