top of page

Dia nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho


Dia Nacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho:

A importância de conscientizar sobre os riscos das drogas


No Brasil, o dia 27 de julho é dedicado ao Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho, uma data criada para conscientizar trabalhadores e empregadores sobre a importância da segurança e da prevenção no ambiente laboral. Neste contexto, é essencial abordar um tema muitas vezes negligenciado: a relação entre o consumo de drogas e os acidentes de trabalho.


Os riscos das drogas no ambiente de trabalho


O uso de drogas, sejam elas ilícitas, seja o consumo de risco do álcool e utilização de medicamentos prescritos, pode ter consequências graves no ambiente de trabalho. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), um em cada cinco acidentes em empresas são causados pelo uso de drogas. Entre os principais riscos associados ao consumo de substâncias psicoativas, destacam-se:


Redução da atenção e concentração: O uso de drogas pode afetar negativamente a capacidade de concentração e atenção do trabalhador, aumentando as chances de erros e acidentes.

Diminuição dos reflexos: Algumas drogas têm a capacidade de comprometer os reflexos, o que pode ser especialmente perigoso em ambientes de trabalho que envolvam maquinários ou operações delicadas.

Alterações do comportamento: O uso de drogas pode levar a mudanças no comportamento do indivíduo, tornando-o mais impulsivo, agressivo ou desatento, fatores que aumentam o risco de acidentes.

Sonolência e fadiga: Há substâncias que podem causar sonolência excessiva ou fadiga, prejudicando a disposição do trabalhador para realizar suas atividades de forma segura.

Interferência nos medicamentos: O consumo de drogas pode interagir negativamente com medicamentos prescritos, comprometendo sua eficácia e colocando em risco a saúde do trabalhador.

Uso de medicamentos prescritos: O uso de alguns medicamentos de tarja preta deve ser levado para o médico do trabalho para avaliação e orientação. Como por exemplo do uso de CDB / Cannabis Medicinal receitado pelo médico. Quem trabalha realizando atividades, que implicam em riscos para si e para os outros, deve ser sempre orientado sobre o uso de medicamentos psicoativos e ser afastado ou deslocado para outro serviço.


Estratégias de prevenção


É fundamental que as empresas e órgãos responsáveis pela segurança no trabalho adotem medidas preventivas para minimizar os riscos relacionados ao uso de drogas. Algumas estratégias importantes incluem:


Políticas de prevenção: É essencial implementar políticas claras e abrangentes que abordem o uso de drogas no ambiente de trabalho, incluindo programas de conscientização, roda de conversa e palestras educativas.

Testes de drogas: A realização de exame de drogas para detectar o uso de substâncias psicoativas pode ser uma ferramenta útil para identificar trabalhadores que necessitam de apoio, prevenindo acidentes e uma melhor qualidade de vida.

Apoio e tratamento: Empresas podem fornecer programas de apoio / informação e tratamento para funcionários que enfrentam problemas relacionados ao consumo de drogas (licitas e ilícitas), garantindo a confidencialidade e o suporte adequado para ele e seus familiares.

Ambiente seguro: Promover um ambiente de trabalho seguro e saudável é crucial para prevenir acidentes. Isso inclui treinamento adequado, uso de equipamentos de proteção individual e ações de conscientização contínua.

Diálogo aberto: Estimular o diálogo aberto sobre os riscos das drogas no trabalho pode ajudar a desmistificar o tema, encorajando os colaboradores nas mudanças de comportamentos e a buscar ajuda, se necessário.


Existem programas de prevenção que podem colaborar com a diminuição do presenteísmo, do absenteísmo, dos acidentes e incidentes de trabalho por uso de drogas e outras substâncias. É essencial que o funcionário possa encontrar ajuda de profissionais especializados, seja para entender algumas medidas educativas ou para que esses profissionais possam intervir quando constatarem o uso de risco/nocivo de drogas e outras substâncias. No caso de identificarem se tratar de um dependente químico, é importante que a pessoa seja submetida a tratamento, sem que se torne estigmatizada e diminuída.


Por intermédio do Programa de Atenção ao Empregado e à Empresa (PAEE) é possível criar ações efetivas para as empresas, comunidades e os indivíduos, pautadas no conceito de que saúde não é apenas a ausência da doença, mas o aprimoramento do ser humano em toda a sua plenitude, seja na sua condição individual, seja na sua condição de ser social em interação com o ambiente no qual está inserido.



A empresa que tem uma política clara e consistente, com base no *O Programa de Atenção e Prevenção aos Problemas Relacionados de Álcool e outras Drogas (PAP-PRAD), assegura um ambiente próspero para todos, tanto dentro do espaço profissional quanto na comunidade do entorno.

A relação da Agenda 2030, os ODS e a prevenção a acidentes de trabalho


A Agenda 2030 é uma iniciativa global proposta pela Organização das Nações Unidas (ONU) e foi adotada em setembro de 2015 por 193 países-membros. Seu objetivo é estabelecer uma visão comum para o desenvolvimento sustentável em todo o mundo até o ano de 2030. Para alcançar essa visão, a Agenda 2030 possui 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são metas integradas e indivisíveis, abordando questões fundamentais que afetam a humanidade e o planeta.


Os ODS e a Agenda 2030 estão interligados com a prevenção de acidentes de trabalho, uma vez que ambos buscam promover o desenvolvimento social, econômico e ambiental, garantindo a segurança e o bem-estar das pessoas. As empresas têm um papel fundamental na busca pela realização dos ODS, pois são agentes influentes no desenvolvimento econômico e social.


A prevenção de acidentes de trabalho é fundamental para alcançar diversos ODS, entre os quais destacamos:


ODS 3 – Saúde e bem-estar: A prevenção de acidentes de trabalho contribui para a promoção da saúde e bem-estar dos trabalhadores. Ao evitar acidentes e lesões, é possível reduzir a sobrecarga nos sistemas de saúde e melhorar a qualidade de vida dos profissionais.

ODS 8 – Trabalho decente e crescimento econômico: A segurança no ambiente de trabalho é uma condição básica para promover trabalho decente e produtivo. Ao prevenir acidentes, as empresas podem manter seus colaboradores saudáveis e satisfeitos, fatores que estão diretamente relacionados ao crescimento econômico.

ODS 9 – Indústria, inovação e infraestrutura: A prevenção de acidentes de trabalho está intrinsecamente ligada à construção e manutenção de infraestruturas seguras e eficientes. Promover a segurança no ambiente laboral é essencial para o desenvolvimento sustentável da indústria e da sociedade como um todo.

ODS 11 – Cidades e comunidades sustentáveis: A prevenção de acidentes em áreas urbanas é crucial para promover comunidades seguras e sustentáveis. Ao implementar medidas preventivas, é possível reduzir riscos e garantir ambientes de trabalho seguros e saudáveis.

ODS 16 – Paz, justiça e instituições eficazes: A prevenção de acidentes de trabalho está relacionada à promoção de práticas justas e eficazes dentro das instituições. Isso inclui a implementação de normas de segurança, fiscalização adequada e garantia de direitos trabalhistas.


Em resumo, a atenção e o comprometimento das empresas com a Agenda 2030 e os ODS não são apenas importantes para o bem-estar do planeta e da sociedade, mas também podem trazer benefícios significativos para as próprias empresas, como uma reputação positiva, maior competitividade, responsabilidade social, inovação e gerenciamento de riscos eficiente. Ao mesmo tempo, a prevenção de acidentes de trabalho é uma responsabilidade essencial das empresas para proteger seus colaboradores e promover ambientes de trabalho seguros e saudáveis.


Rio de Janeiro, 21 de julho de 2023.


Selene Franco Barreto, Psicóloga Evolução Clínica e Consultoria.

Andreia Amaral, Assessora de Projetos Educativos da Evolução Clínica e Consultoria.


Referências

ESCRITÓRIO DAS NAÇÕES UNIDAS CONTRA DROGAS E CRIMES. Drogas: prevenção no ambiente de trabalho. [S.l.]: Escritório das Nações Unidas contra drogas e crimes, [s.d.]. Disponível em: https://www.unodc.org/documents/lpo-brazil/Topics_drugs/Publicacoes/UNODC_folder_trabalho.pdf.

OBSERVATÓRIO CAPIXABA DE INFORMAÇÕES SOBRE DROGAS (OCID). O impacto das drogas no ambiente de trabalho. Espírito Santo: OCID, 24 jan. 2022. Disponível em:


ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO (OIT). O trabalho digno e a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Genebra: OIT, [s.d.]. Disponível em: https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/---dgreports/---dcomm/documents/publication/wcms_544325.pdf.


10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page